Digite o que procura

Automação residencial: garantia de conforto e segurança

Você está aqui:
Imagem retirada de http://computerworld.com.br/automacao-residencial-garantia-de-conforto-e-seguranca Imagem retirada de http://computerworld.com.br/automacao-residencial-garantia-de-conforto-e-seguranca

A rotina das pessoas está cada vez mais agitada e a luta contra o relógio é diária, uma vez que a lista de tarefas para cumprir em um dia costuma ser extensa e fatores comuns das grandes cidades - como distância e trânsito, por exemplo – dificultam a realização das tarefas com agilidade. Para aqueles que têm filhos, a situação pode ser ainda mais complexa. É preciso conciliar maneiras de realizar todas as obrigações e ainda ter tempo para aproveitar e cuidar das crianças. Você já imaginou como seria se a tecnologia nos auxiliasse a controlar todas essas situações?

Se você está pensando que já utiliza a tecnologia para otimizar o dia a dia de sua família utilizando os grupos de conversa on-line, por exemplo, você está enganado. Claro que essas funcionalidades são grandes facilitadores da comunicação, no entanto, existem outras soluções, ligadas à internet das coisas (IoT), que permitem que os responsáveis de uma casa consigam controlar todos os cômodos do imóvel - em tempo real - mesmo estando a quilômetros de distância. Essa automatização garante segurança e conforto de quem a adota.

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside), esse mercado projetou um crescimento anual de 11,36% entre 2014 e 2020. Claro que ainda existe um grande potencial para ser explorado no Brasil mas, atualmente, os arquitetos e engenheiros já estão desenvolvendo seus projetos voltados para essas exigências. Por outro lado, as pessoas também estão passando a olhar a inclusão dessas facilidades como algo que vai muito além de um custo, já que proporcionam uma melhor qualidade de vida e auxiliam na redução de gastos com luz e água.

O investimento de um projeto como esse também é percebido quando olhamos para o aumento de segurança que ele propicia com o uso de câmeras de monitoramento. Com a instalação dos equipamentos é possível acompanhar pelo celular tudo o que está acontecendo em sua casa e, caso seja necessário, com apenas um comando é possível autorizar ou bloquear a entrada das pessoas. Mais um benefício das câmeras é o acompanhamento de tudo o que está acontecendo em tempo real, ou seja, é possível verificar se as crianças estão fazendo algo que não deveriam ou se o animal de estimação está com algum problema. Nas escolas o monitoramento também é possível. Existem algumas delas que já estão equipadas e os pais podem ter acesso às imagens a qualquer momento do dia, de maneira remota.

E os benefícios das casas inteligentes não param por aí. É possível verificar até mesmo as gavetas! Quando é preciso controlar o horário dos remédios de quem está em casa, por exemplo, pode-se programar o lugar em que eles estão guardados para que você seja avisado caso a gaveta não seja aberta no momento em que a medicação precise ser tomada. Se para você o problema é com o filho adolescente que sempre se atrasa para ir para escola, ou com o controle de horário de idosos, isso também pode ser evitado, já que com a programação dos colchões, você pode saber se a pessoa acordou no horário correto.

Para evitar o desperdício, existem as programações de inúmeros utensílios, como os chuveiros, torneiras, janelas e televisões. Com isso, ao detectar que algo está ligado sem utilização, os equipamentos são automaticamente desligados. E com a programação de abertura de cortinas e persianas, a luz natural pode ser melhor aproveitada, diminuindo a necessidade da utilização de energia.

Portanto, a automação de forma integrada pode proporcionar inúmeros benefícios para a população, garantindo uma supervisão quase impossível de ser alcançada de outra forma. Vale ressaltar que a tecnologia pode ser uma grande facilitadora, mas é fundamental a inteligência humana para analisar as situações e tomar as decisões mais adequadas para cada momento.

fonte: Computer World, escrita por Fátima Silano